Hétero descobrindo os prazeres com o seu sogro.

Atrás de uma brincadeira às vezes se esconde uma verdade. Pois é, o que ou contar começou com uma inocente brincadeira. Sou uma pessoa comum como outra qualquer, um jovem, aliás, não tão jovem assim, pois Tenho 29 anos. Sou casado, sem filhos até momento, mas amante da vida e de minha esposa. Meu sogro é um sujeito um tanto quanto invocado, contudo é gente boa, boníssima. Quando comecei a namorar com a filha dele, hoje minha esposa ele não gostava muito de mim, não sei o porque, mas me tolerava.

O fato é amizade e espaços se conquistam e não se impõem. Aconteceu que conquistei ambos.Quando fiquei noivo de sua filha ele começou a brincar comigo, não perdia a oportunidade de medir minhas costas palmo a palmo e dizer: “Ainda não está bem, não dá pra encaixar direito.”, eu apenas balançava a cabeça e ria. Levava sempre na brincadeira, sem a menor maldade. Afinal o cara era meu sogro.

Postagens relacionadas

Deixe uma resposta